CORONAVÍRUS NO ES: PRODUÇÃO DE BANANA TEM HIGIENIZAÇÃO REFORÇADA
No Norte do Estado, produtores redobraram os cuidados inclusive no embalo e no transporte da fruta

Muitas pessoas estão em casa sem poder trabalhar devido ao avanço da pandemia do novo coronavírus. Mas alguns setores, como o agronegócio, não podem ter suas atividades interrompidas e, nesse caso, redobrar as medidas de higiene é fundamental, tanto para os trabalhadores quanto para os consumidores.

Na região Norte do Espírito Santo, produtores de banana mudaram a rotina dos espaços de trabalho para garantir que o vírus não se propague nos locais. As medidas também aumentaram a higienização no embalo e no transporte da fruta, para aumentar a segurança de quem irá consumir o produto.

O produtor rural Renato Bianchine, proprietário de uma fazenda de bananas em Linhares, explicou que a empresa já adotava normas de higienização no momento de manusear e embalar as frutas, mas as medidas precisaram ser reforçadas com a chegada da Covid-19, incluindo a disponibilização de máscaras para todos os funcionários que têm contato com o produto.

Nós reforçamos todo o processo de produção, limpeza e embalagem da fruta. Podemos garantir que é uma fruta que tem segurança, nosso compromisso é produzir com segurança alimentar. É um trabalho rigoroso e ninguém precisa ter medo de contaminação, afirma o produtor.

Na mesma propriedade, o engenheiro agrônomo e consultor da fazenda Luiz de Melo reforça que outras medidas também precisaram ser adotadas. Segundo ele, na entrada do galpão de processamento da fruta, os funcionários molham os pés em uma solução à base de água sanitária para evitar a contaminação. Além disso, a empresa colocou mais um ônibus para fazer o transporte dos 45 funcionários que trabalham na propriedade, para evitar a aglomeração no momento do transporte.

A orientação da empresa é manter as janelas sempre abertas e ocupar os bancos de forma alternada. Antes e depois de uma viagem, o veículo passa por um processo de higienização, quantas vezes for necessário, relata o agrônomo.


As medidas de segurança se repetem em uma outra fazenda produtora de banana em Linhares. No local, são produzidas cerca de 200 toneladas de banana prata, nanica e banana-da-terra por semana. Na propriedade, várias pias foram instaladas para a higienização das mãos e os cuidados com a limpeza também foram redobrados.

O gerente comercial da propriedade, Fabrício Carrareto Barreto conta que os funcionários que fazem parte do grupo de risco foram afastados das atividades, e os que ficaram precisam adotar as novas medidas de prevenção e higienização durante o trabalho.

Os trabalhadores estão usando máscara em todo o processo de contato com a fruta. Além disso, estão higienizando as mãos com mais frequência, declara.

HIGIENE TAMBÉM EM CASA

A Sociedade Brasileira de Infectologia explica que assim como qualquer outro alimento, frutas, verduras e legumes não representam uma fonte de transmissão do novo coronavírus. Eles só apresentam risco se forem manuseados por alguém contaminado. Por isso, a entidade reforça que higienizar esses alimentos antes do consumo é importante.

A indicação de especialistas é fazer a limpeza convencional com água corrente. A sociedade reforça que além de higienizar o alimento, antes de manusear qualquer comida para se alimentar é importante lavar as mãos.

CUIDADOS COM OS ALIMENTOS

- Lavar as mãos com frequência, usando água corrente e sabão
- Esfregar bem as mãos, inclusive entre os vãos dos dedos e punhos.
- Não tossir, espirrar ou coçar o nariz enquanto estiver manuseando os alimentos. -
- Evitar a utilização de anéis e relógios, que podem acumular sujeiras.
- Não falar ou assoviar em cima dos alimentos, superfícies ou utensílios utilizados para preparar os produtos.



Fonte: A Gazeta
Fale Conosco
(27) 3185-9226
Av. Nossa Senhora da Penha, 1495, Torre A, 11° andar.
Santa Lúcia, Vitória-ES
CEP: 29056-243
CNPJ: 04.297.257/0001-08