Casagrande pretende sentar com produtores para discutir cobrança da água

03/10/2018

O candidato ao Palácio Anchieta, Renato Casagrande, defendeu um governo com segurança e estabilidade

O candidato ao Governo do Estado, Renato Casagrande (PSB), participou do Diálogo do Agro, realizado pela Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (Faes). Na ocasião, o candidato destacou suas propostas: educação voltada para atividade rural, conclusão de obras nas estradas, além de sentar para discutir com os produtores sobre cobrança pelo uso d’água.

Casagrande também defendeu pontos como patrulha rural, educação com foco na agricultura, saúde, manutenção da equiparação do ICMS do café conilon com arábica, além da conclusão de obras. Ao ser questionado sobre a cobrança do uso d’água para produtores rurais, o candidato se deixou a disposição para definir o pagamento ou não junto ao setor produtivo, caso eleito.

Devido à insegurança que os produtores rurais sofrem, Renato Casagrande relembrou o programa Estado Presente, que em sua gestão contratou seis mil policiais e os investimentos em viaturas. Disse que pretende atuar com responsabilidade. “Conheço esse estado e seus desafios e potencialidades. Precisamos de responsabilidade política, e com dinheiro público devemos definir prioridades, pois nem tudo cabe no orçamento”, disse.

Por fim, o candidato destacou a importância de recompensar o produtor com políticas públicas, além de afirmar que continuará com o pagamento por serviços ambientais e reflorestamento.

O Diálogo do Agro reuniu presidentes dos sindicatos rurais e ocorreu dia 24 de setembro, na sede da Federação, em Vitória.

Foto e fonte: Iá! Comunicação