Aridelmo Teixeira destaca ser viável cobrança pelo uso da água

03/10/2018

O candidato participou do Diálogo do Agro da Faes e destacou que irá revolucionar educação e enxugar a máquina pública

A convite da Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (Faes), o candidato a governador do Estado, Aridelmo Teixeira (PTB), apresentou para as lideranças rurais capixabas suas propostas de governo voltadas para agricultura, na sede da Federação, em Vitória.

Segundo ele, seu programa de governo abordará educação com profissionalização da gestão pública, retomada de obras paralisadas e melhoria nos Caminhos do Campo. Outro ponto de destaque é que Aridelmo defende a cobrança pelo uso da água, desde que se invista nos reservatórios.

O candidato também defende que medidas compensatórias por serviços ambientais realizados pelos produtores rurais sejam implementadas, pois é necessário retribuir o produtor, valorizando-o economicamente. “Precisamos encontrar uma forma de ajudar quem produz preservando o meio ambiente. O produtor que preserva precisa receber o que perdeu de área produtiva”, disse Aridelmo.

Na educação, Aridelmo Teixeira acredita que os cursos de tempo integral da Escola Viva devem ser voltados para a agricultura também, além do investimento em tecnologias para desenvolvimento do campo. “Ao revolucionar a educação diminuiremos significativamente a insegurança”.

Ao ser questionado sobre a equiparação do IMCS do café conilon com arábica, o candidato afirmou que se está em vigor não tem porque o seu governo mudar, caso seja eleito. E salientou que em seu mandato não haverá contratação por indicação, só qualificados atuarão na área.

O encontrou com os presidentes de sindicatos rurais ocorreu dia 24 de setembro.

Foto e fonte: Iá! Comunicação