Evento discute Nota Fiscal Eletrônica e Rastreabilidade de Alimentos

09/08/2018

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Espírito Santo (Senar-ES) e a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Faes) realizaram ontem (08) um evento voltado para produtores rurais sobre Nota Fiscal Eletrônica e Rastreabilidade de Produtos, na Ceasa/ES.

Durante a apresentação, o supervisor de Educação Tributária da Secretaria da Fazenda do Espírito Santo, Francisco Costa de Andrade, enfatizou os benefícios sociais da emissão da nota fiscal, como direito a linhas de crédito em programas governamentais, descontos em energia elétrica e participação em programas de aquisição de alimentos (PAA) e no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

“Há também os benefícios previdenciários. A nota fiscal do produtor rural serve como comprovação do exercício da atividade rural na condição de segurado especial para fins de aposentadoria”, reforçou Francisco.

Outro tema abordado foi a nova normativa sobre rastreabilidade de produtos. Os produtores rurais já estão começando a identificar os lotes produzidos com etiquetas para que desde a propriedade rural até a mesa do consumidor os alimentos estejam rastreados.

“Essa mudança vai agregar valor ao produto, valorizar o produtor, além de garantir um maior controle de qualidade aos alimentos”, destacou o gerente executivo da Faes, Murilo Pedroni.

Para o diretor-presidente da Ceasa/ES, João Luiz Miossi, o evento foi essencial para a troca de informações importantes para os agricultores. “A Ceasa estará sempre de portas abertas para promover esse intercâmbio de informações”, disse Miossi.

Fonte: SENAR-ES