Cafeicultores capixabas são finalistas em concurso de qualidade de grãos de colheita tardia

30/01/2018

Produtores de café do Espírito Santo são a maioria entre os finalistas do “Programa Destaque Brasil”, concurso de qualidade destinado aos grãos de café de colheita tardia. O concurso é realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportação (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE).

Das 23 amostras classificadas para a etapa final da competição, 13 são das Montanhas do Espírito Santo; 7 das Matas de Minas; e 3 da Indicação de Procedência da Mantiqueira de Minas Gerais. Entre os finalistas, 16 são cafés produzidos por via úmida e 7 são naturais.

As amostras serão avaliadas por especialistas de reputação mundial entre os dias 1 a 3 de fevereiro. As melhores amostras, que serão escolhidas com base no nível de qualidade dos lotes apresentados e da pontuação média mínima a partir de 87 pontos, numa escala de zero a 100), serão eleitas as vencedoras da competição e estarão à disposição para compra num leilão presencial de venda do programa, no dia 3 de fevereiro.

Os produtores capixabas são dos municípios de Afonso Claudio, Castelo, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Iúna, Muniz Freire e Venda Nova do Imigrante.

Clique aqui e veja a lista completa dos finalistas.

Fonte: Campo Vivo